MAPED
MAPED no Facebook MAPED no Twitter

Boneca Abayomi

18 de novembro de 2011 por Leila Grillo postado em Atividades

CONSCIÊNCIA NEGRA – DIA 20 DE NOVEMBRO

No dia 20 de novembro comemora-se o Dia Nacional da Consciência Negra, em homenagem à morte de Zumbi, líder do Quilombo dos Palmares.

Os escravos se refugiavam em quilombos. Palmares era uma localidade situada na Serra da Barriga, com o passar dos anos, chegou a atingir uma população de vinte mil habitantes, devido ao aumento das fugas dos escravos.

Os negros faziam os trabalhos pesados que o homem branco não realizava. Não tinham condições dignas de vida, eram maltratados, eram castigados, ficavam sem água e sem comida, suas casas eram as senzalas, onde dormiam no chão de terra batida.

Várias tentativas aconteceram ao longo da história para defender seus direitos, pois muitas pessoas eram contra a escravidão. Em 1871 a Lei do Ventre Livre libertou os filhos de escravos que ainda iriam nascer; em 1885 a Lei dos Sexagenários dava o direito à liberdade aos escravos com mais de sessenta anos.

A Princesa Isabel foi a responsável pela libertação dos escravos, quando assinou a Lei Áurea, em 13 de maio de 1888, dando aos mesmos o direito de ir embora das fazendas em que trabalhavam ou de continuar morando com seus patrões, como empregados e não mais como escravos.

O dia da consciência negra é uma forma de lembrar o sofrimento dos negros ao longo da história, desde a época da colonização do Brasil, tentando garantir seus direitos sociais.

Atualmente temos várias leis que defendem esses direitos, como a de cotas nas universidades, pois acredita-se que, em razão dos negros terem sido marginalizados após o período de escravidão, não conseguiram conquistar os mesmos espaços de trabalho que o homem branco.

Na época da escravidão os negros não tinham direito ao estudo ou a aprender outros tipos de trabalho que não fossem os braçais, ficando presos a esse tipo de tarefa.

O dia da consciência negra também é marcado pela luta contra o preconceito racial, contra a inferioridade da classe perante a sociedade, além de temas como mercado de trabalho, discriminação política, moda e beleza negra, etnias, homenagens a negros que se destacaram.

 OBJETIVOS:

 - Enfatizar sobre o respeito aos negros enquanto pessoas humanas.

 - Conscientizar as pessoas da importância da raça negra e de sua cultura na formação do povo brasileiro e da cultura do nosso país.

- Valorização da cultura negra dentro da escola, criando espaços para manifestações artísticas que proporcionem reflexão crítica da realidade e afirmação positiva dos valores culturais negros pertencentes a nossa sociedade.

 A palavra abayomi tem origem iorubá, significando aquele que traz felicidade ou alegria. (Abayomi quer dizer encontro precioso: abay=encontro e omi=precioso). 

As Bonecas Abayomi, sempre negras, buscam o fortalecimento da auto-estima e reconhecimento da identidade afro-brasileira.

São feitas de sobras de panos que são amarrados, resgatando o fazer artesanal da forma mais singela, sem costuras e com o uso mínimo de ferramentas.
 

SUGESTÕES INTERDISCIPLINARES:

- Nas aulas de Artes e Educação Física, aborde os seguintes temas
- A Capoeira e sua importância; 
- A musicalidade de contextualização negra;
- As coreografias fundamentadas nas raízes negras;
- A teatralidade interpretativa de textos da cultura africana – monólogos, poesias etc.
- Na aula de Português, monte com os alunos um livro com Lendas e Mitos de origem africana. Proponha uma pesquisa sobre quais países africanos se fala português.

- Na aula de História, proponha uma pesquisa sobre a influência negra na cultura popular brasileira. Peça aos alunos que façam um levantamento de negros que se destacaram em grandes feitos históricos em vários países.

- Na aula de Geografia, faça um estudo do relevo, clima e outras características do continente africano.

 Boneca Abayomi

Compartilhe

Comente

Comentário:

© 2011 Maped | Todos os direitos reservados - Desenvolvido por Ref Comunicação